Pular para o conteúdo principal

Até quando?



Oi genteeee!! *-*

Hoje é dia de 'bem de quinta'...e quero falar sobre um assunto que durante 'uma' semana foi super comentado, mas caiu no esquecimento da grande maioria, acho que o texto de hoje se encaixa como desabafo. Posso?

Não assisto TV, ou melhor...não gosto de  TV, vez ou outra assisto um filme ou reportagens, é tão raro...que o nome da ultima novela que eu lembro foi 'Chocolate com Pimenta' rs. Numa dessas semanas atrás vi vários comentários sobre a cena de uma novela e, como sou bem curiosa fui atrás ver do que se tratava...e porque aquela atriz estava sendo tãooo elogiada em sua performance.

Procurei, encontrei, me emocionei e me incomodei. A cena que estou falando é sobre uma viciada em drogas, que é estuprada em plena rede nacional. Não quero falar sobre a novela, nem sobre a performance da atriz apesar de ter sido fantástica, quero compartilhar o que vi naquela cena. (Caso você não tenha visto. Clique aqui)

Estamos cansados de ouvir, aprender e ver usuários de drogas espalhados pelas ruas. Sabemos de cor os tipos de drogas e os malefícios que trazem a saúde, estamos acostumados a ouvir que pessoas morrem de overdose todas as noites, pessoas que roubam para comprar drogas, que matam e etc... na verdade, estamos ACOSTUMADOS.

O me chamou a atenção não foi a cena, a dependência ou o estupro, o que me chamou a atenção, foi aquele jovem que aparece no final - que pelo que li na reportagem é um cristão que não desiste, se ele é ou não um personagem cristão na novela, não me importa, vamos considerar que ele seja. O que senti? Um tapa na cara, um tapa dos grandes dado nos cristãos em rede nacional, e talvez com o maior índice de audiência naquele dia.

Talvez você não veja dessa forma, mas o que entendi ali foi: " Só a igreja, pode resgatar aquelas pessoas. Só o amor, pode tira-los dessa vida". Nunca vou me acostumar!! Não posso ver essa cena apenas com olhos de um expectador, mas de alguém que vive neste mundo e precisa acordar para a realidade dele.

Me dói sim, me dói muito, e choro sempre que lembro daquela cena... Porque pessoas estão neste exato momento sendo levadas ao inferno e, muitos ainda brincam de servir a Cristo. Não quero que assista a cena e leia esse texto para se comover, mas para sair da sua zona de conforto. Se você não sente amor pelas almas, se você não consegue falar de Jesus para seus amigos, se não sofre por de jovens, adolescentes, homens e mulheres que morrem todos os dias sem Jesus, alguma coisa está muito errada!!

Quando aquela jovem diz: "Me tira daqui" e ele volta correndo para resgata-la...meu coração se partiu, e pude me perguntar... quantas vezes eu já fiz isso? 

Pra você pode ser apenas uma cena, pode ser apenas ficção, pode ser apenas uma historia, eu até acho melhor ver dessa forma, porque a realidade é bem mais cruel, mas pra mim foi um 'GRITO', um grito que não posso fingir que não ouvi. Um grito de socorro, de medo, de tristeza, de angustia, um grito de dor.

Até quando??

" Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e foste me ver.
Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber? E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos? E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te? E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes."
Mateus 25:35-40

Esse post é bem diferente dos que ultimamente posto, mas serão mais frequentes por aqui.



Comentários

  1. Na realidade isso acontece muito em nosso meio, muitos preocupados com o conquistar coisas! Nós cristãos temos que ter como alvo as almas que estão perdidas! Não podemos nos conformar com as coisas desse mundo, mas sim lutar contra tudo isso!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A espera

Hoje parei para pensar em tudo que aconteceu.
Como você 'chegou' em nossas vidas e mudou tudo.
Desde o café da manhã até a hora de dormir, ou não.
A mudança na maneira de dirigir, no descer escadas e no andar pela casa.
Eu, que sempre tinha roxos espalhados pelo corpo...por conta das inúmeras  batidas e falsa sensação de saber meu tamanho, me vi prestando atenção em coisas que não tinham antes de você chegar.
Aliás, você chegou aqui dentro e aqui fora tudo mudou por sua causa.

O horário de almoço, a roupa escolhida para o dia, passou a ser baseada naquilo que faria bem a você.
Sei que pra você foi tudo natural mas, fígado filho? poxa...com tantas coisas gostosas aqui...você me fez comer fígado?rs
Pior é que gostei.

Quem disse que só eu vou te ensinar? Acredito que o professor nessa história será você.
Vejo a grandeza de Deus a cada ultrassom.
Aprendo sobre dependência e paciência a cada semana que completamos.
Percebo a perfeição de Deus a cada mexida, ou resposta do meu corp…

Culpa

Estive pensando nos últimos meses em como temos a necessidade de 'culpar' alguém ou alguma coisa, por nossa condição de vida- em todos os sentidos: emoções, finanças, casamento, ministério, sonhos...etc.

Começo por mim.
Durante esse tempo de gestação usei o cansaço, o marido, os hormônios e as pessoas, tentando encontrar o famoso culpado, de coisas que estavam acontecendo por minha causa e, não por fatores externos.
CALMA! Antes que pense, sei que a gestação tem seus momentos turbulentos, devido a enxurrada de hormônios que a mulher produz. É um misto de sentimentos, eu sei e já falamos sobre isso.
Como sempre compartilhei aqui, gosto de aprender com tudo que vivo e, não apenas me esconder atrás do 'normal' como a maioria diz.
O sono, as alterações de humor, o ciúme, a fome, o cansaço, o estresse, o nervosismo o silêncio e a preocupação, NÃO era culpa de ninguém, mas minha. TALVEZ, a palavra correta não seja 'culpa' mas 'responsabilidade' em lidar de o…

#DiárioDeGravidez - 2ª Trimestre

Ual o tempo passa muito rápido, não acham?

Bom minha gente... vamos lá!!

É uma fase muito intensa, cheia de novidades e sentimentos. Uma mistura de tudo e mais um pouco.

Pra mim, 2º Trimestre é o tempo em que a 'mãe' tem para respirar. Digo isso porque, fiquei muito mais agitada, ligada no 220 e disposta - coisa que faltava no primeiro e pelo visto falta no ultimo tbm rs,

Uma das emoções é o famoso 'US Morfológico', sinceramente não sou ansiosa, mas sou preocupada..muitooo! Então pra este exame fiquei apreensiva, porque nele vemos formações dos orgãos, ossos e o mais esperado: MENINO OU MENINA??

Lembro como se fosse hoje, acordamos e enquanto me vestia...Habinner disse: vou de azul, porque é um MENINO! Eu, para não deixar o time das meninas sem torcida, coloquei uma blusa rosa...rs. Engraçado que desde que engravidei ele sempre disse ser menino. Aliás, é importante dizer... desde que engravidei muitas pessoas começaram a palpitar... eu fui um tanto 'chata' com…