Pular para o conteúdo principal

A vitória requer espera





Ficou apreensiva porque a recebera do esposo há poucas semanas. Era preciso recuperá-la. 
Julgando-a perdida no carro, desceu as escadas e foi à garagem. Abriu o carro, examinando-o cuidadosamente em cada cantinho, mas nada! O que fazer? Já se fazia tarde e, então, o mais sensato seria deixar para o dia seguinte as novas buscas e providências. 
Antes de dormir, ainda deu mais uma boa olhadela no quarto de vestir para ver se a encontraria ali. Tudo em vão. Aquela foi uma noite de insônia... Nas primeiras horas da manhã seguinte, aquela senhora fez uma ligação para o teatro onde estivera na véspera e foi gentilmente atendida pelo gerente a quem contou, com detalhes, a respeito do ocorrido. 

Disse-lhe que estava certa de haver perdido durante o espetáculo da noite anterior a sua jóia de valor incalculável, um broche de ouro cravejado de brilhantes. Sobretudo, era um presente do marido! O gerente, demonstrando todo o interesse em colaborar na busca, pediu-lhe que permanecesse na linha, enquanto faria as verificações de praxe. Saiu então à procura do administrador, a quem contou a história indagando, em seguida, a respeito do possível aparecimento da jóia em meio aos papéis retirados do chão do teatro. 

O administrador informou prontamente que a jóia havia sido encontrada e guardada em lugar seguro. 

Voltando ao telefone para transmitir a feliz notícia, o gerente constatou que a senhora já havia desligado. Como não havia revelado seu nome, endereço ou número do seu telefone, não foi impossível encontrá-la para lhe entregar a jóia que tanto desejou recuperar. 

Quantas pessoas buscam a Deus pedindo alguma coisa de muita importância, mas não ficam na linha aguardando a resposta. 

Desanimam depressa demais e vão em busca de outra solução. Para se conseguir vitórias materiais, intelectuais e, sobretudo, espirituais é imprescindível que se saiba esperar. A falta de paciência na espera pode levar alguém a precipitações, cujas conseqüências conduzem a sofrimentos ou prejuízos que poderão acompanhá-la pelo resto da vida.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A espera

Hoje parei para pensar em tudo que aconteceu.
Como você 'chegou' em nossas vidas e mudou tudo.
Desde o café da manhã até a hora de dormir, ou não.
A mudança na maneira de dirigir, no descer escadas e no andar pela casa.
Eu, que sempre tinha roxos espalhados pelo corpo...por conta das inúmeras  batidas e falsa sensação de saber meu tamanho, me vi prestando atenção em coisas que não tinham antes de você chegar.
Aliás, você chegou aqui dentro e aqui fora tudo mudou por sua causa.

O horário de almoço, a roupa escolhida para o dia, passou a ser baseada naquilo que faria bem a você.
Sei que pra você foi tudo natural mas, fígado filho? poxa...com tantas coisas gostosas aqui...você me fez comer fígado?rs
Pior é que gostei.

Quem disse que só eu vou te ensinar? Acredito que o professor nessa história será você.
Vejo a grandeza de Deus a cada ultrassom.
Aprendo sobre dependência e paciência a cada semana que completamos.
Percebo a perfeição de Deus a cada mexida, ou resposta do meu corp…

Culpa

Estive pensando nos últimos meses em como temos a necessidade de 'culpar' alguém ou alguma coisa, por nossa condição de vida- em todos os sentidos: emoções, finanças, casamento, ministério, sonhos...etc.

Começo por mim.
Durante esse tempo de gestação usei o cansaço, o marido, os hormônios e as pessoas, tentando encontrar o famoso culpado, de coisas que estavam acontecendo por minha causa e, não por fatores externos.
CALMA! Antes que pense, sei que a gestação tem seus momentos turbulentos, devido a enxurrada de hormônios que a mulher produz. É um misto de sentimentos, eu sei e já falamos sobre isso.
Como sempre compartilhei aqui, gosto de aprender com tudo que vivo e, não apenas me esconder atrás do 'normal' como a maioria diz.
O sono, as alterações de humor, o ciúme, a fome, o cansaço, o estresse, o nervosismo o silêncio e a preocupação, NÃO era culpa de ninguém, mas minha. TALVEZ, a palavra correta não seja 'culpa' mas 'responsabilidade' em lidar de o…

#DiárioDeGravidez - 2ª Trimestre

Ual o tempo passa muito rápido, não acham?

Bom minha gente... vamos lá!!

É uma fase muito intensa, cheia de novidades e sentimentos. Uma mistura de tudo e mais um pouco.

Pra mim, 2º Trimestre é o tempo em que a 'mãe' tem para respirar. Digo isso porque, fiquei muito mais agitada, ligada no 220 e disposta - coisa que faltava no primeiro e pelo visto falta no ultimo tbm rs,

Uma das emoções é o famoso 'US Morfológico', sinceramente não sou ansiosa, mas sou preocupada..muitooo! Então pra este exame fiquei apreensiva, porque nele vemos formações dos orgãos, ossos e o mais esperado: MENINO OU MENINA??

Lembro como se fosse hoje, acordamos e enquanto me vestia...Habinner disse: vou de azul, porque é um MENINO! Eu, para não deixar o time das meninas sem torcida, coloquei uma blusa rosa...rs. Engraçado que desde que engravidei ele sempre disse ser menino. Aliás, é importante dizer... desde que engravidei muitas pessoas começaram a palpitar... eu fui um tanto 'chata' com…