Decisões..



O que eu faço? E se der errado? E se não for essa a vontade de Deus? E se? e se?...e se? 

Por que será que questionamos tanto? viu?...até escrevendo sobre isso é difícil não fazer perguntas. 

Somos rodeados de situações no qual temos que tomar decisões. São decisões simples ou mesmo complexas mas que requer de nós um tempo, uma reflexão. 
Não sei se acontece com você mas, sempre que preciso tomar alguma decisão procuro pesar as consequências, pós e contras, vantagens e desvantagens. Gosto de tomar uma decisão consciente do que vou colher. Você faz isso? Não estou dizendo que deva fazer, apenas te incentivando a pensar sobre. 
A vida é feita de decisões, e se não a fizermos passaremos desapercebidos, ou melhor, será que viveríamos?? 

Existem alguns tipos de decisões: a que tomamos e a que alguém toma por nós. Não Carol, eu decido o que faço. Com todo respeito você está enganado (a), quando somos crianças não sabemos qual a melhor decisão a se tomar e nossos pais as fazem por nós; ou muitas vezes em um novo trabalho não sabemos o correto a fazer e nosso 'chefe' nos ajuda a escolher o melhor caminho....e Deus que tem planos ' bons, perfeitos e agradáveis' (Rm 12.2). 
  
1ª Decisão: Escolher Deus para realizar sua vontade em nós 
Deus não pestanejou quando nos escolheu. Não teve duvida, não bateu o arrependimento. NÃO!! 
Ele sempre sonhou conosco muito antes de nascermos....em João 15.16 Jesus diz que não fomos nós que O escolhemos, Ele nos escolheu. Decidiu criar alguém a sua imagem e semelhança, decidiu que este alguém andaria com ele pelo jardim, ouviria a sua voz, seria a 'menina dos seus olhos'. 

Assim como Ele nos escolheu, Ele quer ser escolhido por nós para termos um relacionamento sincero, intimo e verdadeiro. Façamos uma oração como do salmista dizendo "Sonda-me, ó Deus, e conhece o meu coração, prova-me e conhece os meus pensamentos; vê se há em mim algum caminho mau e guia-me pelo caminho eterno” (Sl 139:23-24). É como um grito de socorro. O salmista não deixa nada de lado é uma suplica por 'mudança' não apenas nos pensamentos, não apenas na fala mas, mudança de vida. 
Será que você temos coragem de fazer essa oração hoje? Se Deus realmente encontrar em nós um 'caminho mau'  nos arrependeríamos e voltaria para ele?? Abririamos mão de companhias, de motivações erradas por amor ao Senhor?? Escolher que Deus cumpra a sua vontade em nós, requer renuncia. Requer decisão. 

2ª Consulta-lo antes de TUDO 
Carol, mas a palavra de Deus diz que 'antes que a palavra chegue a minha boca o Senhor já conhece' então não preciso falar nada. Mas quero lembra-lo que em Mateus 7:7 e 8 diz "Pedi, e dar-se-vos-á; buscai e encontrareis; batei e abrir-se-vos-á. Porque, aquele que pede, recebe;e o que busca, encontrar; e ao que bate, abrir-se-lhe-á" ou em II Cronicas 7:14 " Se o meu povo que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e me buscar,e  se converter dos seus maus caminhos, então, eu ouvirei dos céus, perdoarei os seus pecados e sararei a sua terra", precisamos 'falar', precisamos entrar no nosso quarto fechar a porta e orar a Deus (Mt 6.6). 
Busque pelo Senhor, Ele está sempre disposto a te ajudar. 
Em Isaías 48:17  diz:  "Assim diz o SENHOR, o teu Redentor, o Santo de Israel: Eu sou o SENHOR, o teu Deus, que te ensina o que é útil e te guia pelo caminho em que deves andar" não tem porque temer, não tem porque questionar Ele nos guia, Ele nos ensina. 
Receber as orientações de Deus e tomar as decisões corretas é estar dentro da vontade de Deus. Mas como vou saber se é o correto???? 
A palavra diz que o coração do homem é enganoso, podemos achar que é uma boa decisão, mas na verdade de não é. “O coração do homem pode fazer planos, mas a resposta certa dos lábios vem do SENHOR.”(Pv 16:1), se tivermos o espirito dEle em nossas vidas, e com os ouvidos atentos a sua voz saberemos quando a decisão vem Dele ou não, e só teremos esse entendimento se orarmos, buscarmos a sua presença, e guardarmos a sua palavra em nosso coração. 

3ª Aceitar a vontade de Deus 
Muitas vezes é dificil aceitar a vontade de Deus. E sabe por que isso acontece??? Porque ouvimos mais nossas vontades, mais nossos desejos, mais nossas idéias, mais eu, eu ,eu!! Talvez seja dificil aceitar por causa do tempo. Somos tão impacientes. Ei..."Não andeis ansiosos por coisa alguma;em tudo, porém, sejam conhecidas, diante de Deus, as vossas petições, pela oração e pela súplica, com ações de graça” lembra disso??? 
Jesus disse que ele é a videira e nós somos os ramos e se permanecermos nele daremos fruto, pois sem Ele nada podemos fazer. 
Se estiver em Cristo daremos muitos frutos, mas se resolvermos ser uma 'arvore' independente, morreremos. Os pensamentos de Deus a nosso respeito são de paz e não de mal, então não há porque se desesperar... descansar faz parte do processo de renuncia. 

4ª Tenha Paz 
A Palavra diz que nada pode frustrar os planos de Deus (Jó 42). E se a decisão que tomar for plano do Senhor, você sentirá paz! Ao contrário das decisões tomadas sem a sua orientação em que ficamos pensando a ponto de nos arrependermos de ter feito. 
“Seja a paz de Cristo o árbitro em vosso coração, à qual, também, fostes chamados em um só corpo; e sede agradecidos.” (Colossenses 3:15) 
Creia que  “O caminho de Deus é perfeito; a palavra do SENHOR é provada; ele é escudo para todos os que nele se refugiam.”(Salmo 18:30) então não há o que temer. 
Ele vai a nossa frente endireitando os caminhos tortuosos, quebrando as portas de bronze, e despedaçando as trancas de ferro...e se preciso for ele para o tempo para que nos abençoar, só precisamos deixar que Ele tenha total controle de nossas vidas. 

Quando entendemos que andar com Deus é viver pela fé, quando  pedimos que o reino dele se estabeleça, que a vontade dele seja feita, que ele mostre o caminho correto...Ele faz mesmo!!


Quando vivemos a vontade de Deus, quando seguimos a orientação do Pai, vivemos seguros,mesmo que aconteçam problemas. Mas temos a paz de Cristo que excede todo entendimento e governa o nosso coração. 

Comentários

Postagens mais visitadas