Uma observação...



Hoje, meu coração se entristece, ao ver todas as manchetes e ler todos os textos referente aos protestos.
Não fui a nenhum protesto, mas como sempre quero deixar minhas observações a este movimento.
Admiro o povo brasileiro quanto a "Acordar" para as questões políticas e o "sair para rua" para protestar seus direitos. Presencio hoje um movimento histórico e a principio admirável. Como dizem por aí "O gigante acordou" ou "Mudamos o status de: Deitado eternamente em berço esplendido; para: Verás que um filho teu não foge a luta", estava na hora mesmo de reagirmos a algumas situações em nosso país, não posso negar que o povo tem uma força incrível quando se une, porém ao mesmo tempo que somos "gigante" somos "pequenos", pequenos em cultura, pequenos em educação, pequenos em posicionamento pacífico.

Somos muitos, somos realmente fortes e grandes, mas é preciso saber como utilizar a força que temos. Destruir cidades, saquear lojas, e depredar patrimônio publico não é a melhor forma de se expressar, afinal nosso dinheiro será usado para reconstruir tudo isso. Ao contrário de coisas materiais, ninguém poderá reconstruir a historia do Brasil se deixarmos que o vandalismo, a raiva, e a "bravura" tomem conta dos manifestos.

Reforço, que não sou contra as manifestações, até acho que isso reforça a ideia de um país democrático, mas sou contra o vandalismo, sou contra a violência, sou contra a falta de respeito. É fácil dizer que os policiais estão errados, quando somos os primeiros a atirar pedras, é fácil dizer que o governo não investe em saúde, educação e outros, quando destruímos TUDO por onde passamos, é fácil dizer que precisamos lutar por nossos direitos, quando não se cumpre deveres. Nossa cidade, nosso país só será realmente GIGANTE quando as pessoas que nele vivem forem educados o suficiente para saber que não se ganha com a força do braço. É a minoria. Eu sei. Porém, como diz o ditado: "uma laranja podre estraga todo o resto"

Sou contra a corrupção, sou contra o aumento da passagem. Sou a favor da construção de hospitais, da construção de escolas, de um salário digno aos trabalhadores, sou a favor da paz. E quanto a paz, não apenas de escrever em um cartaz e sair pelas ruas, mas da paz com atitudes.
Quero deixar registrado também minha admiração as cidades que mantiveram o pensamento na causa e não na força. Aos policiais que apoiaram os manifestos, aos cidadãos brasileiros que estiveram presentes protestando de forma pacifica, aos emissoras que cobriram cada protesto de forma real mostrando os dois lados.

Só mais uma coisa, estamos lutando pelo o quê mesmo? Qual é o motivo? Tarifa de ônibus? Em algumas cidades já foram reduzidas, e os protestos continuam. Investimento na saúde? da educação? contra a PEC 37? Investimento na Copa do Mundo? Tudo junto? Ham?
Chegaram a pensar que a construção de hospitais e escolas é um projeto a longo prazo? Ou que o investimento na copa já foi feito?
Pensaram que a tarifa de ônibus reduzida impacta em outro investimento? Pois as empresas de ônibus irão rever o subsidio pago pelas prefeituras?
É um circulo vicioso. Ao mesmo tempo que favorece um, prejudica outro.

Minha opinião agora?...O povo precisa se organizar por uma causa. "Tudo" é muito genérico, ficaremos nisso até todos cansarem...e acabar em pizza!
Não entendo de política, mas deve ser como administrar uma empresa muito grande. É preciso fazer estudos de viabilidade, de impacto e tudo mais...não é como em filmes infantis, com um pó mágico tudo se resolve, ou o estalar de dedos, requer tempo...
Mas, que tal pedir que os contratos com as operadoras de ônibus sejam revistos? Não existe concorrência, isso é ruim, eles são os únicos que oferecem esse tipo de serviço, constituindo assim um monopólio, ele dita as regras do mercado onde só ele vive. Se não houver acordo...por que não abrir uma licitação? O que impede de que seja feito isso??
Quanto ao investimento em saúde, por que não cobrar compromisso por parte dos médicos e enfermeiros? ou mesmo das construtoras que demoram séculos (exagerando) para construir um posto de saúde?
Quanto a educação...porque não começar valorizando o que temos? A prefeitura hoje dá uniforme, livros e cadernos de estudo, e posso estar muito enganada, mas a maioria rejeita esse tipo de "investimento"... a população quer uma escola de alto padrão, porém se com uma escola mais simples ela já destrói imagine uma "super top"?
Quanto a PEC 37...ahhhh esse é um bom motivo!!
Quanto a Copa...acho super engraçado o povo. Quando foi anunciado que a copa seria aqui, o povo vibrou, ficaram se achando o máximo...Agora reclamam do dinheiro que foi investido?? Desculpe, mas esse dinheiro não vai voltar...ele já foi gasto. E particularmente o Brasil nunca esteve preparado para receber um evento como este.... estava na cara que muito dinheiro seria gasto pra isso, sem contar que estamos longe de terminarmos tudo que precisa ser feito. A "ameaça de cancelar a copa das confederações" (Fonte: UOL Copa, em 21/06/2013) trás ao Brasil uma possível GRANDE perda, não sei se isto é verdade...mas e se for?? Todo investimento foi inútil, e ao invés de favorecer o país irá prejudica-lo ainda mais...se não for verdade, podíamos ao menos respeitar aqueles que "acreditaram" no nosso país,mesmo que por um momento. Acreditaram.

Ressalto que não quero mudar a opinião de ninguém...apenas expressando a minha.

Comentários

Postagens mais visitadas